Qual a verdadeira importância da manutenção?

Atualizado: 30 de Jun de 2020

Será que a manutenção se baseia apenas na “arte de consertar”?



Aí está um aviso que nenhum sistema produtivo gostaria de implantar.

Nesse artigo apresentaremos brevemente a importância da manutenção nas empresas e indústrias, e também suas principais ramificações.


Mas, o que realmente caracteriza uma manutenção?


O senso comum lembraria da manutenção apenas como um método de reparar uma máquina ou ferramenta, entretanto as ramificações sobre o assunto são mais complexas. Posteriormente, apresentaremos as principais divisões dentro do estudo da manutenção, caracterizadas e divididas pela forma que é feita a intervenção em um sistema.



Para facilitar seu entendimento, vamos supor que você tenha comprado um carro. Após a compra, você certamente quer ter o mínimo de gasto com manutenção, porém também quer evitar futuros problemas, tal como o carro enguiçar a caminho do trabalho. E é exatamente aí que entram os tipos de manutenções:

  • Manutenção Preventiva:

Seu carro o levará com segurança ao destino que quiser, mas para isso ele necessita de bons cuidados, isso inclui fazer revisões periódicas e usá-lo de forma correta. Desse modo, dificilmente ocorrerá problemas em seu funcionamento.

Essa manutenção periódica, feita mesmo antes do carro apresentar um defeito é dada como manutenção preventiva, que como o próprio nome sugere, consiste em prevenir possíveis problemas ocasionados por desgaste, sujeira, corrosão, ou problemas que causam riscos à segurança do operador ou risco de agressão ao meio ambiente. No carro, por exemplo, seriam analisadas as condições do freio, fluido da direção hidráulico, alinhamento e condições do motor.


  • Manutenção Corretiva:

Como o nome já propõe, esse é um tipo de manutenção de correção e visa restaurar algo danificado. Muitas vezes, a manutenção corretiva pode ser evitada se a preventiva e a preditiva acontecerem de maneira adequada.

Nas industrias, caso seja preciso fazer o conserto imediato, esse tipo de manutenção pode custar caro,já que a máquina pode parar de produzir por tempo indeterminado e, assim, influenciará negativamente outras etapas da produção.


Essa manutenção se divide em duas: a manutenção corretiva não planejada e a manutenção corretiva planejada. A planejada acontece quando a raiz do problema é identificada e há tempo para fazer a correção em um outro momento não prejudicial à produção. De modo oposto, a não planejada necessita de conserto imediato, sendo caracterizada por falhas bruscas dos equipamentos.

  • Manutenção Preditiva:

É conhecida por se basear no estado do equipamento para indicar as condições reais e determinar quando trocas de componentes devem ser feitas de uma maneira mais eficaz, aproveitando a vida útil do equipamento, eliminando desmontagens desnecessárias e prevenindo para que a manutenção corretiva não seja necessária. É necessária para garantir a utilização correta do equipamento, em condições ideais e não destrutivas.

A manutenção preditiva é feita com auxílio de equipamentos que auxiliam na obtenção de informações para fazer análise dos fluidos, análise da estrutura, análise do estado das superfícies, estudo das vibrações e utilização de outras técnicas não destrutivas. A análise do óleo ganha destaque na manutenção preditiva considerando que através dela é possível identificar com maior rapidez possíveis problemas.

Cada equipamento tem uma periodicidade que precisa ser determinada para que a manutenção possa ser feita e, em alguns casos, o fabricante dá informações referentes aos equipamentos que ajudam a determinar essa periodicidade. Dessa forma, um máximo proveito do equipamento pode ser explorado, antes de ser realizada a manutenção.

É importante estar preparado!

E, então?! Qual a verdadeira importância da manutenção?! Esse questionamento, que também é o título deste artigo, pode ter agora uma resposta conclusiva.


A manutenção dentro de um sistema produtivo influencia diretamente nos lucros e produtividade. A quebra de uma maquinaria, por exemplo, ocasiona a parada na produção, que por sua vez atrasa prazos e entregas e, dessa forma, faz com que os clientes percam a confiabilidade na empresa. Além disso, acidentes e até óbitos podem ocorrer devido à falha de um sistema. Ou seja, um problema que pode ser prevenido se torna uma bola de neve sem proporções. Daí a importância da manutenção em uma empresa, a importância de estar preparado!




Gostou do nosso artigo? Quer ler mais? Temos outros artigos em nosso blog que podem ser de seu interesse!

- Afinal, o que é consultoria?


Quer saber mais sobre os nós? Acesse nossa carta de serviços e leia mais sobre nós e nossos eventos.


3 visualizações0 comentário

© 2020 por Catena Consultoria. "Stay Hungry, Stay Foolish" ~Steve Jobs